Mídias Sociais em pequenas e médias empresas – por que é necessário?

dado social media

Gestores de pequenos e médios negócios costumam ficar confusos sobre como tratar a comunicação na internet. E, muitas vezes, por limitação de estrutura ou por falta de conhecimento sobre o assunto, eles canalizam muita energia com o trabalho on-line ou o executa de uma forma improvisada. Mas o meio digital tem muito mais importância do que imaginamos. Vejamos algumas rápidas reflexões:

Por que preciso de um site?

Independentemente da área em que você atua, pessoas buscam o seu produto ou serviço na internet. Meios tradicionais de propaganda e divulgação e até mesmo o ‘boca a boca’ ainda podem ser úteis, mas a busca on-line é cada dia mais indispensável no dia a dia do consumidor. (Pesquise sobre SEO)

Por que devo estar nas mídias sociais?

Segundo a ComScore, mais de 90% das pessoas no Brasil já acessaram alguma rede social e, de acordo com a Anate,l havia, em 2012, mais de 50 milhões de celulares 3G no país. Mesmo que muitos acreditem que mídia social é uma onda com data de validade, certo é que o processo de comunicação baseado na interação e na produção colaborativa de conteúdo é irreversível. O Facebook, por exemplo, pode sucumbir, mas o conceito presente nele, não.

 Em síntese, a mídia social pode oferecer:

– Interação e proximidade;

– Segmentação de público;

– Conhecimento do público;

Mas há uma crença em alguns de que “uma página no Facebook bombando” é a solução milagrosa para um negócio. Será?

Qualquer negócio precisa saber o propósito dele. Qual a finalidade de existência da minha empresa (missão)? Onde quero chegar (visão)? Que valores eu considero fundamentais para alcançar tais objetivos?

Quando falamos em site, mídias sociais ou em qualquer outra forma de comunicação, seja ela on-line ou off-line, estamos nos referindo à ponta de um iceberg. A base e a sustentação podem ser invisíveis para o cliente, mas precisa ser suficiente para segurar a ponta visível. Portanto, nenhuma fan page ou perfil em uma rede social vai salvar o seu negócio ou alavancar as suas vendas se a casa não estiver arrumada por dentro. E, claro, também não adianta arrumar a casa e não convidar a visita para entrar. Por isso, arrume cada cômodo e convide o seu amigo (cliente) para um café. Ouça o que ele tem a dizer, fale sobre os interesses dele, descubra o que ele quer ouvir e, quando você assustar, ele vai comprar o seu produto. Não seja um anfitrião chato que só fala de si.

Ofereça conteúdo e valorize o relacionamento!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
1 × 9 =